Covid-19: Primeiro lote de vacinas da Janssen vai imunizar trabalhadores do transporte no Paraná, diz Sesa

Covid-19: Primeiro lote de vacinas da Janssen vai imunizar trabalhadores do transporte no Paraná, diz Sesa

Lote com vacinas chega na sexta-feira (11) e a Sesa ainda não sabe quantas vacinas virão. Plano é imunizar o grupo formado por 178,6 mil pessoas, de acordo com o Plano Estadual de Vacinação.

As vacinas da Janssen, que chegam ao Paraná até sexta-feira (11), vão ser usadas para imunizar um novo grupo: os trabalhadores da carga pesada. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) nesta quarta-feira (9).

Segundo a Sesa, as vacinas fabricadas pelo braço farmacêutico da Johnson & Johnson vão contemplar profissionais do transporte coletivo rodoviário de passageiros, do transporte ferroviário, do transporte aquaviário e caminhoneiros.

De acordo com o Plano Estadual de Vacinação, este grupo é formado por 178,6 mil pessoas.

Ainda não há uma quantidade exata de doses para o Paraná. Seguindo o cronograma estabelecido pelo governo federal ao longo do ano, a Sesa trabalha com a perspectiva de que sejam 150 mil vacinas.

A temperatura de armazenamento e o transporte dos imunizantes não oferecem desafios à logística, pois a vacina pode ser preservada em geladeiras comuns, entre 2ºC e 8ºC.

A Sesa ainda não decidiu se vai distribuir doses da Janssen aos municípios. A recomendação do Ministério da Saúde (MS) é que fique apenas em Curitiba.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Procurado pela reportagem, o MS disse que não vai emitir nota sobre o assunto.

Os imunizantes integram o primeiro lote com 3 milhões de doses disponibilizado ao Brasil pela farmacêutica norte-americana e têm prazo de validade até 27 de junho, por isso a necessidade de distribuição e aplicação rápidas.

Eficácia

Diferente das outras três vacinas aplicadas até agora no Brasil (Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac), o imunizante da Janssen tem apenas uma dose.

A vacina tem eficácia de 85% na prevenção de casos graves e oferece proteção completa contra hospitalização e morte por Covid-19, segundo estudo divulgado em janeiro.

Curitiba participou da terceira e última fase de testes da vacina, com mil voluntários. A etapa de testes envolveu participantes acima dos 60 anos e com doenças preexistentes como, por exemplo, diabetes, hipertensão, asma e HIV.

Vacinação no Paraná

O Paraná vacinou, até a manhã desta quarta-feira, 2.867.883 pessoas com primeiras doses. Ao todo, 1.240.031 pessoas completaram o esquema vacinal, com as duas aplicações.

O estado recebeu, até agora, 5.837.960 doses de imunizantes contra a Covid-19, sendo 2.927.200 da vacina AstraZeneca, 2.550.400 da CoronaVac e 360.360 da Pfizer.

Via: G1 – Paraná

Publicado por Soluções Transporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *