Segurança dos alimentos: qualidade no seu negócio

Segurança dos alimentos: qualidade no seu negócio

Por Celia Alas

vou falar de um personagem que também tem grande importância em sua promoção: o fornecedor.

Um erro comum, cometido por muitos empresários do ramo de alimentos, é acreditar que poderão conferir qualidade a um produto que foi recebido fora dos padrões de segurança e higiene. Ledo engano. Se, durante a obtenção, o armazenamento e/ou o transporte do alimento, as orientações para as boas práticas de manipulação e fabricação foram desconsideradas então, o alimento já perdeu qualidade.

O pescado que chega ao restaurante fora da temperatura ideal de conservação já apresenta alterações que não retrocederão ao ser acondicionado em geladeira ou freezer. Alteração na cor, no sabor, na consistência, no prazo de validade e na carga microbiana, esta última, principal responsável pela aceleração da decomposição, são algumas das mudanças que poderão ocorrer.

Todas elas concorrerão para o aumento do desperdício, risco de contaminação ou intoxicação do consumidor e para a propaganda negativa do estabelecimento. Como garantir que o produto chegue nas condições adequadas? A resposta: escolha um bom fornecedor e realize uma boa checagem no momento do recebimento. Visite o seu fornecedor; verifique o grau de comprometimento com a segurança e a qualidade dos produtos que comercializa; condições das instalações físicas e de que forma o produto segue para a entrega, entre outros.

Uma sugestão é encaminhar- lhe uma ficha estabelecendo o padrão dos produtos a serem entregues. Uma espécie de check list que o fornecedor deverá seguir. O responsável pela recepção destes produtos, no estabelecimento (restaurante, por exemplo), deverá acompanhar o recebimento e analisar se os parâmetros de segurança e higiene foram atendidos. Caso o contrário não deverá aceitá-los.

Em geral, o fornecedor que tem seus produtos rejeitados numa entrega promove os ajustes necessários, sob pena de perder o cliente. Mantenha um cadastro completodos fornecedores, com os tipos de produtos, condições no momento da entrega e suas impressões sobre o estabelecimento/depósito. Essa medida facilita a detecção dos fornecedores confiáveis além de atender a uma das disposições da legislação sanitária. Lembre-se: na cadeia do alimento, da obtenção até o consumo, todos os envolvidos são responsáveis pela promoção da qualidade. A quebra de um elo, em qualquer ponto, pode comprometer o produto final.

Celia Alas – Médica veterinária e Consultora na empresa Alas & Oliveira Food Safety
Especialização: Gestão da Qualidade em Alimentos
celia@alaseoliveira.com.br

Fonte:  Jornal Entreposto 

Postado por: Soluções Transportes | www.solucoestransportes.com.br

A Soluções Transportes está presente no mercado há 11 anos. O objetivo da Soluções Transportes é atender de forma satisfatória, os fornecedores de produtos alimentícios que são destinados à Merenda Escolar. Nosso trabalho consiste em distribuir estes produtos em todas as escolas no prazo estipulado em contrato. Atuamos com frota própria de veículos, o que garante rapidez, qualidade e eficiência na distribuição dos Produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *